Prefeitura Municipal de Salvador

:: Dois de Julho

:: Roteiro

:: Conceito Dois de Julho

Como já é tradição, a Fundação Gregório de Mattos é o órgão municipal responsável pelas festividades que comemoram a Independência do Brasil na Bahia. A festa, que tem importância cívica e cultural, reúne grupos das forças armadas, autoridades públicas, lideranças religiosas, grupos culturais e a sociedade civil. As comemorações iniciam-se em Cachoeira, de onde sai a tocha simbólica em direção a Pirajá, em Salvador. Além disso, é realizado o Te Deum, cerimônia religiosa em uma igreja de grande relevância da cidade, uma homenagem da Câmara Municipal aos heróis da Independência e uma cerimônia cívica do 2º Distrito Naval. 

O desfile realizado no dia 2 de julho tem percurso entre a Lapinha e o Campo Grande, e conta com a presença do Caboclo e da Cabocla, símbolos da guerra pela  independência baiana e da cultura local. No caminho grupamentos militares, fanfarras e grupos culturais fazem um lindo cortejo nos turnos da manhã e da tarde que mostra a diversidade presente na Bahia. Ao final do desfile, a tocha é acesa por um atleta de destaque no estado, em cerimônia no Campo Grande, com a presença das forças armadas e autoridades públicas. 

No período da noite, é iniciada a programação cultural, com a apresentação do Encontro de Filarmônicas e, no dia seguinte, o Baile da Independência. No domingo após o desfile é realizada a Volta da Cabocla, com o percurso inverso, indo Campo Grande até a Lapinha, com a presença de diversos grupos culturais. 

 

Subcategorias